quinta-feira, 22 de novembro de 2007

[ Anarquismo ] Anarquismo = inserção social

Anarquismo Social
Autor: Frank Mintz.

Em mais um esforço conjunto das editoras Faísca, Imaginário, Coletivo Anarquista Terra Livre e a Federação Anarquista do Rio de Janeiro lançaram o texto Anarquismo Social de Frank Mintz, pesquisador e anarquista membro da CNT. O esbouço inicial do presente texto foi apresentado no Colóquio Internacional Libertário: História do Movimento Operário Revolucionário, que ocorreu em Agosto de 2004, na capital de São Paulo e do Rio de Janeiro.

A proposta de discutir o anarquismo como instrumento de luta social para alcançar um objetivo revolucionário é o tema central, para isso Frank Mintz volta-se aos principais anarquistas do final do século XIX e início do século XX como: Bakunin, Kropotkin, Malatesta e as práticas da revolução russa, especialmente na Ucrânia, Revolução espanhola e I.W.W nos EUA.

Nessa volta "as raízes" do pensamento e das ações anarquistas, encontramos um ponto em comum, que para opor o sistema de exploração capitalistas é essencial a organização de todos os setores da classe trabalhadora, e que papel histórico é estar próximo das lutas sociais, afinal, anarquismo caminha como uma metodologia para alcançar um objetivo, ou seja, uma sociedade baseada na igualdade econômica, social, liberdade, autogestão dos meios de produção, educação livre e transformadora...

Enquanto "as raízes do capitalismo são a exploração e a multiplicação dos lucros em proveito de uma minoria, insensível à miséria da imensa maioria das populações do planeta." Devemos nos lembrar das nossas raízes e que a importância da inserção do anarquismo na sociedade e suas lutas e rearticular nossas forças combativas.

Na necessidade pautar seus argumentos, autor, busca preencher o texto com diversas citações dos militantes anarquistas históricos e das ações, para muitos torna-se a leitura cansativa e enfadonha. No meu ponto vista é válida, afinal é volta-se a problematizar nossa história e nada melhor que a utilização dos trechos.

http://www.terralivreorg/
http://farj.entodaspartes.org/
http://www.editorafaisca.net/
http://www.editoraimaginario.com.br/

Um comentário:

Fanzine Um dia de fumaça disse...

Não me lembro agora, mas eu fui a um palestra aqui no rj sobre o movimento operário, só não consigo me lembrar se foi 2004 ou 2005.

Bem bacana o blog, abraço.