segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

[ Cinema ] Um mix do caos.

Todas as Sextas-feiras e sábados acontecem o Ciclo de Cinemas. O local é a Cidadela Cultural Antarctica, na rua XV de Novembro, 1383. A entrada é franca e o horário às 19 horas.

A seleção de filmes é por temas, entre os temas já ocorreu Erótico, que gerou um debate "fervoroso" dos/as cuzões da bancada evangélica da Câmara de Vereadores/as de Joinville. Obras de Amor, Comida, Comédias e assim vai. No mês de dezembro a seleção de filme é com base em obras de um diretor.

Felizmente, uma luz rondou a cabeçinha dos organizadores ( Fundação Cultura de Joinville ) que resolveu exibir os filmes do catarinense Rogério Sganzerla. Um diretor e criador de cinema de mão cheia e cabeça repleta de "loucuras" para os padrões tupiniquins desde década de 1960. Os amantes das produções malditas e experimentes e até mesmo os/as curiosos/as tem a possibilidade de assistir nos próximos dias, os seguintes filmes:


Dia 14 - Nem Tudo é Verdade
1986 - 80 minutos.


Dia 15 - Tudo é Brasil
1997 - 83 minutos.


Dia 21 - O signo do Caos
2005 - 79 minutos.


P.S:

Nos dias 01,07 e 08 de Dezembro aconteceu a exibição dos filmes “O Bandido da Luz Vermelha”, “Copacabana Mon Amour”, “O Abismu” respectivamente. A oportunidade de assistir esses títulos passou, porém o clássico O Bandido da Luz Vermelha está disponível no formato em DVD, quem sabe você encontra nas lojas ou na locadoras.


P.S 1: O Rogério Sganzerla é um cineasta com pé em Noel Rosa, J. Hendrix, Oswald de Andrade, nos escritos sobre arte de Trostky , Godard, Experimentalismo, jornalismo e rebeldia. Em função disso, acredito que devemos tomar e interpretar suas obras. E quem sabe, experimentar as ruas da cidade com um novo olhar experimental e rebelde.

Nenhum comentário: