segunda-feira, 21 de julho de 2008

[ "Anti" - Campanha eleitoral ] A comunicacão da "politicagem local".


O Osny Martins é um dos “comunicadores sociais” que tem sua voz ouvida nos quatros cantos da cidade, mas assim como o trio nefasto (Gebaille, Neves e Veríssimo) existem pessoas que são fulas da vida com os tais “comunicadores sociais”.

A fonte da minha inspiração para hoje está no jornal do Meio Dia, da Ric-Record, que Osny Martins solta seus comentários políticos diariamente. A pérola do dia foi em torno do crescimento da escolaridade do eleitorado de Santa Catarina. Segundo o “comunicador social” com o aumento da escolaridade o eleitorado está com maior formação educacional e logo mais “conscientemente politicamente”. Por isso podemos perceber o tal “O analfabeto político”.

Hoje, talvez, o analfabeto político não seja mais aquela figura como escreveu o poeta Bertolt Brecht:

“O analfabeto político

É tão burro que se orgulha

E estufa o peito dizendo

Que odeia a política.”

Afinal, os tempos são outros, nossa história cultural, política, social e econômica potencializam uma formação diferenciada de um analfabeto político europeu da primeira metade do século XX . Porque observando a fala de Osny Martins e a maneira que é conduzida à política na cidade o analfabeto político poderá ser tão burro que não percebe a política que está sendo feita nas falas dos “comunicadores sociais”, se orgulha de votar de tempos em tempos, que odeia os movimentos sociais.

__________________________________________________________________
Na foto estão da esquerda para a direita: o primeiro homem e mulher não sei quem são, o terceiro é o Prefeito tucano e "amante" do povo daqui Marco Tebaldi, abraçado com o "comentarista político" Osny Martins, a mulher seguinte a desconheço e o último homem é candidato petista e "ex-trabalhador" Carlito Mers.
Fonte da foto veja aqui.

Um comentário:

Leonel Camasão disse...

a mulher ao lado do carlito é a editora da Ric-Record, Drica.