sexta-feira, 24 de outubro de 2008

[ "Anti" - Campanha Eleitoral ] Eu quero conhecer a burguesa.

"Os moradores da comunidade do Rio do Ferro, zona Leste de Joinville, nunca tinham dado uma entrevista. Talvez por isso seus depoimentos soem tão espontâneos, quase como uma conversa: ao dar voz aos catadores de lixo reciclável, a historiadora Giane Maria de Souza fez um retrato ora cruel, ora bem- humorado, de quem sobrevive numa das áreas mais pobres da cidade. O resultado é Burguesa Histórias de Gente e de Lixo, vídeo-documentário que estréia hoje na Estação da Memória." Fonte clique aqui.

Você pode viver em São Paulo, Curitiba, Porto Alegre ou numa cidade de médio porte e dizer: "Esses joinvilenses são provincianos mesmo. Um documentário sobre a situação dos catadores de lixo reciclável sendo tratado como uma novidade."

O que se passa na cidade em determinados aspectos é provincianismo, mas em grande parte é a trajetória da história cultural, política e social está carregada dos modos tradicionais e elitistas de fazer arte e política por exemplo. A torpe mentalidade de que uma proposta artística ou documental envolvendo um problema social é visto como "panfletário", assim podemos perceber uma posição política conservadora além do provincianismo.

Bem, por conta dessa realidade desejo conhecer a vida da égua burguesa e todos-as catadores-as de materiais reclavéis e faço o convite para você.

3 comentários:

Alexandre Lemke disse...

Sessão única?

Leonel Camasão disse...

Poisé, não poderei comparecer. Quero assistir!

Emanuelle disse...

Foi bacana! Lemvbrou-me um pouco o doc feito com Estamira, em Campo Grande Rio de Janeiro. O triste é constatar que nos dois casos, estive residindo na cidade de origem e constatando que a migração não orientada, além de um problema social enfrenta descaso das autoridades.