domingo, 26 de outubro de 2008

[ "Anti" - Campanha Eleitoral ] Todo preconceito é válido na cidade das flores murchas.

A disputa entre os Partidos DEM (antigo PFL) e o PT (Partido dos “ex”-Trabalhadores) chegou ao ponto do odeio as pessoas originárias do Paraná, propagandas para evitar que a mais uma praga estacione em Joinville, falsas placas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra –MST- em apoio ao PT, machismo, cristianismo devastador e elitista está sendo utilizado.

Tudo é válido para matar o “espectro que ronda a cidade”, se na Europa do século XIX o espectro se chamava comunismo, aqui é o Carlito (PT), mas o espectro não deveria assustar, afinal os seus companheiros de apoios e afagos são pessoas ligadas a Maluf, Amin, empresários da ACIJ e enquanto os fiéis do PT tem a ilusão de que a base manda no Partido.

Eu não agüento mais a campanha eleitoral. O segundo turno está horrível, acompanhado de formas assustadoras, preconceituosas e desanimadoras para continuar na cidade.

Um comentário:

Emanuelle disse...

Não me fala.
Aquela fascista e a campanha do Darci machista me desanimou. Não que o Carlito me faça dar saltinhos, mas o outro lado me faz vomitar.
Quanto aos apoios: depois de Delfim Neto eu espero tudo.
beijo