quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Na trilha da minha influência: The Clash

O Vivo na cidade precisa voltar a ganhar uma cor mais pessoal, por isso resolvi escrever uma notinha sobre música.

Nada melhor do que iniciar com a banda The Clash, que na minha formação tem um papel fundamental. Hoje ainda ouviamos ecos da banda em nomes como Gogol Bordello e Manu Chao. Por isso, uma nota sobre o Clash é fundamental para entrar nos eixos das multiplicidades sonoras e de idealismo.

Mesmo sem entender a língua inglesa, os esforços eram grandes para encontrar traduções das letras ou até em traduções fraudulentas com o dicionário de bolso do amigo de infância.

A banda londrina The Clash fez um sucesso estrondoso no mundo pop da década de 1970 e nos primeiros anos dos anos 1980, porém com problemas de relacionamento acabou se afastando. A sua trajetória, até que curta, foi fundamental para balançar os esqueletos com uma fusão do punk rock, reggae e outros ritmos. A base das idéias apoiadas em princípios de respeito aos direitos humanos, emancipação social, política e cultural dos diferentes povos estiveram toda sua carreira.

O vocalista era o Joe Strummer, falecido recentemente, após sair da banda gravou alguns projetos, mas o destaque na sua carreira solo é Joe Strummer & the Mescaleros, onde a sonoridade extrapola o convencional ligado ao punk rock. Também é indicado audição dos outros projetos dos membros como BAD ou The Bad, the Good and The Queen.

Eu prefiro os projetos do Joe Strummer, talvez por isso um querido amigo brincou dizendo “Alguns usam um camiseta do Che Guevara, já o Maikon usa do Joe Strummer”. Então, já pode perceber a importância da figura do Joe e do Clash no campo das minhas influências.

Escute gravações fora do catálogo tradicional do The Clash

The Clash - Lost Treasures

The Clash - Demos (1976)

The Clash - Birmingham's Burning (1976)

The Clash - Hitsville U.S.A. [Ep] (Live, May 29, 1984)


Fonte das fotos: as duas primeiras imagens foram retiradas da internet. A última é da autoria da Bá.

Nenhum comentário: