quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

1ª nota em terras cariocas.

Escrevo diretamente de um quarto na Vila Isabel, a rua principal da quadra está localizada a Escola de Samba da Vila Isabel e aos fundos o Morro dos Macacos.

O primeiro olhar está acompanhado de um clima quente brutal e da Campanha do prefeito Eduardo (do PMDB) chamada "Choque de Ordem", onde todas as estruturas de repressão estão colocando as classes exploradas na "linha".

A imagem acima mostra Rafael (no microfone), membro da Federação Anarquista do Rio de Janeiro e do Movimento dos Trabalhadores Desempregados, que na manhã de hoje fez uma fala em solidariedade aos-as moradores-as das ocupações que estão sofrendo com a política de habitacional do Governo Estadual do Sérgio Cabral (do PMDB) e com o tal "Choque de Ordem".


Na parte da tarde: B e eu tivemos ocupados com um passeio em diferentes regiões do Rio de Janeiro, lugares como Cinelândia, Laranjeiras, Cosme Velho, Museu da República e o aterro do Flamengo (foto acima).

Durante o passeio no Museu da República, que foi a residência do mandão Vargas e sede do seu suicídio podemos caminhar por um belo jardim e fazer a pergunta "Vargas de fato era um babaca. Como tirar a vida com um jardim tão belo?"

O meu ponto máximo foi ao sair da livraria do Museu da República e perceber a presença de Helena e Cadu, duas pessoas do teatro daqui que conheci em Joinvas. Uma surpresa e tanto, que levou abandonar a visita no Museu para conversar acompanhado de um café e marcar um encontro com possível trilha sonora do Monobloco.

Quinta-feira, 15 de janeiro de 2009 - 18:05

Um comentário:

aneleh disse...

Deve incluir no seu roteiro turistico a Lapa!