quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

A paixão na lata.

"A paixão, a paixão em suas profundezas, não é coisa que demande palcos suntuosos para representar o seu papel. Lá embaixo, entre os que rastejam pelo chão, em meio aos mendigos e catadores de lixo, paixões profundas são encenadas."

escrito por Herman Melville na página 66 do livro Billy Budd. Lançado no Brasil pela Cosac & Naify.

Um dia desses caminhava por uma rua do centro e percebi uma senhora com um olhar de pavor para um homem e uma mulher. Os dois eram um casal de mendigos apaixanados. A paixão do casal era violenta. Ele gritava por um carinho em forma de abraço, enquanto a mulher gritava por proteção dos outros homens das ruas centrais. As palavras violentas deixaram de existir quando o casal de mendidos encontraram uma lata vazia de refrigerente. Duas belas expressões de felicidade ganharam aquelas faces sujas e maltratadas. A senhora do olhar de pavor observou toda a representação não entendeu a alegria causada pelo encontro de uma lata e tomou seu rumo para uma loja. E eu ? Somente fiquei em silêncio e lembrei que a paixão é para todos, as ruas do centro são moradias para homens, mulheres e crianças e as latas são os destinos exatos dessas vidas maltratadas.


2 comentários:

Camila Rosa disse...

ei, me manda por e-mail as tuas idéias para o layout do blog.
beijo!

WD disse...

Do Melville eu só li Moby Dick.