sexta-feira, 12 de junho de 2009

O direito de alguns à história

Um país fictício tem seu presidente que veste uma farda, alguns o chamam de ditador. Um grupo de alguns resolve esbofetear o poderoso que veste a farda. A represaria é a prisão, a tortura e a morte dos tais alguns.


Os anos passam e o poderoso de farda saí, entra mais um homem de farda. A história tem seus encontros e desencontros e todos os poderosos de farda resolvem esquecer, anistiar, os crimes dos alguns, assim como o esquecimento dos seus crimes.


Anos mais tarde, um ministro do governo formando por alguns daqueles que “esbofeatram” o homem de farda diz sim direito à memória e não a punição aos assassinos de diversos alguns.

Nenhum comentário: