quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

2010: Should I Stay Or Should I Go e Por el suelo



“Devo ficar ou devo ir agora?
Se eu for haverá problemas
E se eu ficar haverá o dobro
Então venha e me deixe saber
The clash na música “Should I Stay Or Should I Go”

“Pelo solo caminha meu povo”
Manu Chao na música “Por el Suelo”



Quando digo que sou professor de história e trabalho com teatro as pessoas que estão ausentes da minha vida e distantes dos meus círculos de vivências escutam com certa admiração, no fundo é um falso glamour. A minha vida profissional é uma mentira.


Os meus trabalhos com o teatro voltarão em fevereiro de 2010, enquanto isso nenhum dinheiro estará entrando no meu bolso. A minha sobrevivência será com as economias dos últimos meses, ou seja, quase nada de grana. Quando a grana entrar será pouca, a realidade do teatro em Joinville é complicadíssima, mesmo a cidade sendo referência circuito teatral catarinense.


O governo do Estado de Santa Catarina faz de conta que contrata professores-as. A prefeitura de Joinville é a mesma ladainha. Estou refém das escolas privadas, cujo meu perfil não é adequado. O diploma de professor de história não tem segurança para conseguir um emprego.


As duas experiências profissionais relatadas transcorreram no presente ano, quando diferentes elogios foram destinados a mim, inclusive aplausos de pessoas que tenho como referência no teatro e no ensino da história. O que me faz acreditar que caminho com desenvolturas pelos dois campos profissionais.


Os pensamentos que povoam a noite de hoje é que formação profissional, dedicação e desenvolturas não são suficientes para manter uma vida profissional para pagar as contas, os passeios, os livros e afins. E os outros pensamentos são quais saídas adequadas devo tomar . Tudo como se “should i stay or should i go” estivesse zumbindo no meu cérebro.O melhor da dúvida é que após momentos de reflexão a decisão surgirá, o que faz o caminho “por el suelo” acontecer da melhor maneira possível. Que venha 2010.