quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Parada


A minha escrita bloguística está parada. Os assuntos se fazem presentes como as fortes chuvas de terça-feira e a ausência de política pública na questão; gostaria de discorrer sobre as conversas com usuários de crack e garotos de programa da rua três de maio; as minhas indecisões se devo ficar ou ir; poderia arrumar para a cabeça ao defender a não anistia dos militares torturadores dos anos de chumbo -1964-85; poderia descrever as sensações ao voltar ouvir os discos da minha adolescência. A questão é que o calor me deixa irritado para escrever, o mau humor se acentua e os dias vãos se passando sem uma postagem que me faça dizer “Que postagem massa.

Nenhum comentário: