domingo, 23 de maio de 2010

Uma curta mensagem direto do piquete.


Antes de ler a postagem de hoje, clique aqui e fique por dentro da greve.

A rapaziada não entende o que é uma greve. Pensa que o ato de não publicar no vivonacidade é como curtir o veranico em Porto Alegre, enquanto num bar toca Vitor Ramil e um saudosista declama Mário Quintana. Vocês estão todos enganados.

Na greve desencadeada no dia 19 de maio de 2010 a luta se tornou intensa. É duro se envolver na organização de piquete na porta do blogue, convencer um fura greve a se recusar a postar no seu blogue, passando compor a greve. Mais duro é enfrentar a “grande mídia” vassala dos grandes portais virtuais, tentando nos desqualificar.

Por esses dias declaram um poema de Mario Quintana,  num ato de lazer dos-as blogueiros grevistas. Ainda não rolou um som do Vitor Ramil mas o Gustavo, da Cultura Monstro, foi ao piquete e prestou solidariedade tocando Listen to My Heart, I Wanna Be Your Boyfriend e Let`s Dance , acabou tocando todas do primeiro lp do RAMONES.

É isso, a greve continua.

3 comentários:

eu disse...

q espécie de greve é essa!

Douglas Poff disse...

Meu blog presta solidariedade à sua greve.
hehehe

Anônimo disse...

que a greve nao seja breve
que mude a situação
que o fogo que gera a greve
queime a conformação

e se as mãos dos que mais fortes crêem ser vierem de encontro ao peito, o meu corpo eu ofereço em troca do que reclamo, pois meu corpo é só uma parte de todo o resto que integra a chama de amor profano.

João do Passe apoia a greve!